quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Bela e Linda in Tandem

Na última mensagem de e-mail que trocamos antes do encontro, eu disse que uso um óculos de armação branca e ela se descreveu como alta e de cabelos vermelhos. Esqueceu de dizer dos olhos lindos. Marcamos às 5 no Balzak Coffe Shop da Potsdamerplatz, perto da biblioteca e em frente ao ponto do ônibus que me leva pra casa. Fui antes na biblioteca e depois segui com os livros todos pro meu primeiro Tanden com a Linda. Cheguei na hora e ela ligou no celular pra se desculpar do atraso, pois teve a bicicleta quebrada. Hoje fez um dia lindo na cidade. Perfeito pra bicicleta. Eu almocei meu sanduíche tomando sol no beiral do prédio do Instituto Ibero Americano. Depois fui pro café pro Tandem Treffen. A coisa funciona assim: tem uma lista no site onde pessoas oferecem papo em sua língua mãe em troca de aprender a língua mãe do outro. Esse negócio de ser a língua materna nem é regra, mas eu prefiro que meu Tandem seja em alemão e português. Assim a coisa fica mais autêntica. Ela chegou e eu já tinha puxado papo com um grisalho que sentou na mesa ao lado. Tinha dito que esperava por uma mulher que eu nunca tinha visto... hehe... Foi quando ela chegou, linda a Linda. Alemoa de 28 anos e professora da língua numa escola ali perto. Sorte a minha não?? Procurei alguém pra aprender a língua de graça e me aparece uma professora de alemão que se formou em Letras. O trabalho final dela, que seria o nosso mestrado, é sobre a representação do sertão brasileiro no cinema. Pra isso escolheu 3 filmes e um deles é o Cinema Aspirinas e Urubus, que eu amei quando vi e indico sempre aqui. A sensibilidade masculina desse filme é fenomenal. O papo foi bem legal. Consegui falar sobre minha Foschung auf Deutsch. Auch über mein Leben mit Frank und Arbeit. A sintonia foi ótima. Ela morou 5 meses em Fortaleza. Fez estágio na UFC. Namorou um Tandem brasileiro seu, por 3 anos. Tandem também é motivo de encontros amorosos. Ficamos de nos falar na semana que vem para mais um Tandem Treffen.

Um comentário:

  1. Isabela, veja www.tecnicametodologia.com.br
    comente!
    Paulo

    ResponderExcluir